oficina-de-música-de-curitiba

O que o seu gosto musical diz sobre você e como isso pode melhorar sua vida

Quem diria que por trás dos fones de ouvido pode estar a solução para o stress, o remédio para a dor e até mesmo o segredo para encontrar um amor? Muita gente nem imagina, mas a música é capaz de fazer isso e muito mais pelas nossas vidas.

E a boa notícia é que na maior parte das vezes não importa que tipo de música você esteja ouvindo, contanto que a canção agrade aos ouvidos e ao coração. Música clássica, pós-rock, sertanejo, experimental, funk, eletrônico, samba, pop – todos os gêneros podem contribuir para o nosso dia a dia.

E como a influência da música pode ser maior do que supomos, os pesquisadores estão constantemente buscando entender quais são os efeitos das canções sobre nossa saúde e nosso comportamento. Sobre isso, os especialistas concluíram que:

  • Seu gosto musical diz muito sobre você, incluindo suas preferências políticas;
  • Seu gosto musical foi influenciado pelos seus pais;
  • Você escolheu sua música favorita porque ela está associada a uma experiência emocional intensa da sua vida;
  • A música que você curte aos 20 anos provavelmente será aquela que você levará para o resto da vida.

Além disso, um levantamento com uma série de estudos científicos que comprovam os mais diversos benefícios de se ouvir música. Não deixe de conferir!

41935069817171130

1. A música alivia o stress

Sabe aqueles CDs com sons de natureza ou instrumentos suaves que foram feitos especialmente para promover o relaxamento?! Pois é, eles funcionam. Mas um estudo demonstrou que a música clássica também funciona para aliviar o stress, sendo mais efetiva e rápida do que ficar em silêncio, por exemplo.

2. A música melhora o desempenho

Por algum motivo obscuro, costumamos considerar a raiva um sentimento ruim e associá-la somente a coisas negativas. Porém, um estudo realizado com gamers comprovou que aqueles que ouviram músicas que expressavam raiva enquanto jogavam conseguiam pontuações melhores. Isso acontece porque a raiva nos faz focar no resultado, aumenta a persistência, nos dá uma sensação de controle e nos deixa mais otimistas com relação às metas a serem alcançadas.

3. A música diminui a dor

Quando nenhum remédio surtir efeito, que tal dar o play na sua música preferida? Uma pesquisa mostrou que as músicas que nos agradam aumentam significativamente a tolerância e o controle sobre a dor, além de diminuírem a ansiedade se comparado com uma condição de silêncio.

4. A música contribui durante os exercícios

Se você é daqueles que não se exercita sem os fones de ouvido, saiba que seguir seu gosto musical pode ser muito mais produtivo na hora de correr, malhar ou praticar algum esporte. Um estudo comprovou que pessoas que ouvem somente o que gostam na academia conseguem aumentar a distância da pedalada de alta intensidade, enquanto outras pessoas apenas relatam desconfortos durante a atividade.

4193506981717117

5. A música ajuda no amor

Ninguém aqui duvida de que uma música especial possa ajudar a criar aquele clima romântico, certo?! Mas e para aqueles que ainda não tem um amor? Pois o segredo também está na música, já que uma pesquisa sugere que as mulheres ficam mais suscetíveis a passar seu telefone para um homem depois de ouvir uma música romântica.

6. A música salva vidas

Em casos de emergência, se uma pessoa precisar de uma reanimação cardiorrespiratória é importante saber a frequência com que a massagem deve ser feita. Para isso, o Dr. John Hafner, da Escola de Medicina da Universidade de Illinois usou o clássico “Stayin’ Alive”, dos Bee Gess, para ensinar aos seus alunos o tempo certo em que o procedimento deveria ser executado e, em poucas semanas, eles melhoraram suas habilidades e passaram a ter mais confiança no que faziam.

7. A música pode melhorar seu trabalho

Ouvir música durante o trabalho ainda é um assunto que divide opiniões. Existem estudos que apontam que a presença da música pode diminuir a produtividade, atrapalhar a leitura e afetar a memória, mas, por outro lado, ela traz um impacto emocional positivo. Para aqueles que defendem a presença de música no ambiente de trabalho, as canções contribuiriam para a criatividade e aquelas que têm letras positivas são capazes de fazer as pessoas colaborarem mais e se sentirem mais úteis.

8. A música aumenta o QI

Existem várias evidências de que a música tem um efeito direto na inteligência humana. No entanto, um estudo afirma que ouvir musica clássica pode potencializar a atividade cerebral. Uma experiência revelou que os alunos que assistiram a uma apresentação com música clássica ao fundo se sairiam melhor em uma avaliação do que aqueles que simplesmente acompanharam à palestra.

41935069817171015 (1)

9. A música pode fazer de você alguém melhor

Um estudo realizado com crianças de 8 a 11 anos durante um ano mostrou que os pequenos se tornaram pessoas mais compassivas porque passaram a desenvolver a inteligência emocional. Já na Venezuela, as aulas obrigatórias de música na escola resultaram na redução de crimes e em um menor número de desistência por parte dos alunos.

Matheus Ferraz: Empreendedor, apaixonado por séries, música, livros e tecnologia.

Matheus Ferraz
Matheus Ferraz
Sócio Empreendedor na Agência Mamweb e na Mamcart | Diretor Executivo | Apaixonado por Desenvolver Soluções Criativas, por Séries, por Música, por Livro e Tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *